Noticias Contábeis

Adesão do Brasil à OCDE impulsiona a produtividade dos pequenos negócios brasileiros”, avalia Carlos Melles

22/06/2022

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Até sexta-feira (24), acontece a Semana Brasil – OCDE, na sede do Palácio do Itamaraty, em Brasília. O encontro reúne representantes do governo brasileiro e de países da América Latina com membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O evento marca o início do processo de adesão do Brasil à OCDE, grupo formado pelas 38 nações mais industrializadas do mundo. A aproximação do Brasil ao grupo econômico internacional é considerada uma política de Estado prioritária da política externa do governo federal.

Durante a solenidade de abertura do evento, o presidente do Sebrae, Carlos Melles, afirmou que a entrada do país na OCDE será positiva para o Brasil, incluindo o fortalecimento do ambiente de negócios para as micro e pequenas brasileiras dentro e fora do país. “Os indicadores da OCDE, sobretudo no que dizem respeito ao aumento da produtividade, são importantes para os pequenos negócios. Inclusive têm sido utilizados como base para o desenvolvimento de importantes programas que o Sebrae participa, como o Brasil Mais, o Fomenta, entre outros, que apostam na capacitação e qualificação dos empreendedores. Além disso, fazer parte da OCDE dá mais visibilidade aos negócios brasileiros no exterior”, comentou.

A abertura da Semana contou com a presença de autoridades, como o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que destacou o esforço do governo federal para que o Brasil seja membro da OCDE. Em seu discurso, ele declarou que a adesão do Brasil ao grupo é um caminho natural tendo em vista que o país compartilha de valores com a Organização e tem se empenhado para essa integração. “O ingresso do Brasil na OCDE é fator relevante para que o país dê passos largos rumo a uma maior inserção da nossa economia, de nossas empresas e de nossos produtos nos fluxos internacionais de comércio e investimentos”, ressaltou.

Na ocasião, o ministro da Economia, Paulo Guedes, também reforçou o compromisso do Brasil para integrar a economia global por meio da OCDE. Segundo ele, a adesão ao grupo será importante para os dois lados: “O Brasil é hoje uma fronteira extraordinária de investimentos. Não somente nas atividades convencionais, mas fundamentalmente é um ator decisivo para a segurança energética global e na segurança alimentar”.


Fonte: Agência Sebrae

Solicite um orçamento !

Entraremos em contato para que possamos atender suas necessidades.

Conheça

ALGUNS DE NOSSOS CLIENTES